Translate

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Atrás do Trio Elétrico

"Atrás do Trio Elétrico só não vai quem já morreu." Com essa música, Caetano Veloso divulgou a mensagem, a alegria e o modo de ser do carnaval baiano, para todo o Brasil. Moraes Moreira, alguns anos depois, com a sua música, "abriu alas e caminhos pra depois passar o Trio do Armandinho, Dodô e Osmar." E assim registrou a homenagem à dupla elétrica Dodô e Osmar, que depois se transformou em trio.

E o carnaval baiano, que inventou o trio elétrico e permanece fiel a ele, conseguiu um espaço enorme de divulgação em todo o país. Foi atrás e em cima do trio elétrico que diversos artistas surgiram e foram consagrados, indo muito além do sucesso de músicas de carnaval.

Por isso, nesta segunda-feira de carnaval, a playlist escolhida é esta: dez músicas que já fizeram muito sucesso nos trios elétricos. Com vocês, Caetano, Gil, Moraes Moreira, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Claudia Leite, Margareth Menezes, Chiclete com Banana, Banda Eva e, é claro, Armandinho, Dodô e Osmar!

Para ir atrás desse Trio Elétrico, e ouvir esta playlist, no Spotify, clique aqui:




sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Carnaval 2017 - Escolas de Samba do Rio de Janeiro

Começamos a semana com sambas-enredos e nesta sexta-feira eu peço licença para repetir o tema. Afinal, muita gente gosta de conhecer e cantar os sambas, antes de começar o desfile principal.




No passado, eu era daqueles que ficavam aguardando o lançamento do disco dos sambas-enredos para comprar e "ensaiar" as músicas em casa. Nos bailes, seja nas ruas ou nos clubes, eu chegava preparado para cantar! O tempo passou e atualmente, mesmo às vésperas do carnaval, eu sequer reconheço qual samba é de qual Escola.

Por isso, desta vez não coloquei aqui uma lista elaborada por mim, mas o Álbum dos Sambas-enredos das Escolas de Samba do Grupo Especial, do Carnaval do Rio de Janeiro. Assim, tanto eu quanto você podemos conhecer e, quem sabe, aprender alguns deles, ou pelo menos os refrões!

Sambas-enredos e Escolas:

Ivete do rio ao Rio - Acadêmicos do Grande Rio


A divina comédia do carnaval - Acadêmicos do Salgueiro

A Virgem dos Lábios de Mel – Iracema - Beija-Flor de Nilópolis

Xingu, o clamor que vem da floresta - Imperatriz Leopoldinense

As mil e uma noites de uma Mocidade pra lá de Marrakesh - Mocidade Independente de Padre Miguel

Carnavaleidoscópio Tropifágico - Paraíso do Tuiuti

Quem nunca sentiu o corpo arrrepiar ao ver esse Rio passar - Portela

Onisuáquimalipanse - São Clemente

Nzara Ndembu – Glória ao Senhor Tempo - União da Ilha

Música na alma, inspiração de uma nação - Unidos da Tijuca

O som da cor - Unidos de Vila Isabel


Para conhecer todos os sambas, escute o "disco" no Spotify, clicando no link:
https://play.spotify.com/album/1r6GgzlUSPeojNuyACOcNx

Para conhecer todos os sambas, escute o "disco" no Deezer, clique aqui:

Para ver as letras dos sambas, clique aqui.





segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Sambas Enredo - os dez mais

Começando a semana do Carnaval, tenho que me render ao ritmo do samba. Mas como eu não ando atualizado, escolhi uma seleção de sambas enredo que foram destaques no passado e que continuam animando os carnavais.

Dez sambas de dez Escolas, que permanecem na minha memória e, provavelmente, na sua também. Alguns deles, talvez você não reconheça pelo nome, mas quando começar a tocar, você vai lembrar!

Segue a lista desses sambas enredo que eu preparei no Spotify e no Deezer:

Sonhar com Rei dá Leão (Beija Flor de Nilópolis)
100 anos de Liberdade, Realidade ou Ilusão? (Estação Primeira de Mangueira)
O Amanhã (União da Ilha)
Sonhar não custa nada! Ou quase nada. (Mocidade Independente de Padre Miguel)
Hoje tem Marmelada (Portela)
Quem é Você, Vem de Lá (Estácio de Sá)
Liberdade, Liberdade, Abre as Asas sobre Nós (Imperatriz Leopoldinense)
Bum Bum Paticundun Prugurundun (Império Serrano)
Festa para um Rei Negro (Acadêmicos do Salgueiro)
Kizomba, Festa da Raça (Unidos de Vila Isabel)

Para ouvir a lista no Spotify, clique aqui:

Para ouvir no Deezer, clique aqui.



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Balada - música para dançar

Música para dançar, eis uma fórmula de sucesso. E o som das discotecas, nome da moda nos anos 70, é um marco para este tipo de música. Em casa, fazíamos as festas com luz negra, estroboscópica, globo de espelhos... Até hoje, em festas públicas ou particulares, o momento do flashback é esperado e saudado por todos com muita dança e diversão.


Por isso, nesta sexta-feira, a atualização do nosso blog sai das músicas brasileiras e apresenta uma lista de dez músicas de dez artistas e grupos, que lotaram as pistas de dança. Boate, Hi-Fi, Discoteca, Balada, os nomes mudam mas a disco music está na memória de muitos de nós, principalmente os cinquentões; eu por exemplo!




Com vocês, para lembrar e dançar, esta seleção de músicas e artistas:

I will survive - Gloria Gaynor
Stayin' Alive - Bee Gees
YMCA - Village People
Dancing Queen - ABBA
You're the one that I want - John Travolta & Olivia Newton John
I'm coming out - Diana Ross
Don't go breaking my heart - Elton John
You're the First, the Last, my Eve - Barry White
September - Earth, Wind and Fire
Last Dance - Donna Summer

Para ouvir esta lista no Spotify, clique no link a seguir:
https://play.spotify.com/user/ripemattos/playlist/6daLRox2BzGvsNxxgKs1aa



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Filhos e filhas da música

Filhos de peixe!
Um velho ditado diz assim: filho de peixe, peixinho é! No meio artístico esse ditado é uma realidade bem presente no cenário atual. Vamos começar a semana falando disso.

Na música, muitos filhos e filhas de artistas consagrados têm feito sucesso, seja no mesmo gênero dos pais ou inovando. Alguns fazem questão de caracterizarem-se como sucessores, como é o caso do Diogo Nogueira, e suas rodas de samba. Outros tiveram receio de comparações, mas depois isso se tornou comum e motivo de orgulho; Maria Rita é um bom exemplo. Tem os que optaram por caminhos bem diferentes, vejam a Wanessa Camargo e a Preta Gil. E por aí vai...

Nesta lista de dez músicas, procurei por dez filhos e filhas que estão nos palcos da vida, mostrando o dom que receberam de herança. Entre parênteses eu indico os nomes dos pais ou mães.

Segue a lista:

Tá perdoado - Maria Rita (Elis Regina)
Aventura - Luiza Possi (Zizi Possi)
Amor, amor - Wanessa Camargo (Zezé de Camargo)
Juazeiro - Daniel Gonzaga (Gonzaguinha)
Tô fazendo a minha parte - Diogo Nogueira (João Nogueira)
O bêbado e a equilibrista - Pedro Mariano (Elis Regina)
Eu e a brisa - Wilson Simoninha (Wilson Simonal)
Sinais de Fogo - Preta Gil (Gilberto Gil)
Escasseia - Luciana Mello (Jair Rodrigues)
Súplica - Martin'ália (Martinho da Vila)

Para ouvir a lista de músicas no Spotify, clique aqui:

 



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Rock Brasil - anos 80

Sexta-feira é sempre um dia de festa. E foi pensando em quem gosta de um flashback animado que preparei mais esta lista de dez músicas. Anos 80, minha juventude, e o Rock Brasil despontou com toda a força. Ganhou espaço nas pistas, antes dominadas pela Disco Music dos anos 70, e fez muita gente balançar com a música brasileira de dançar. Uma década repleta de movimento, eu saindo do colégio, entrando na faculdade, movimento estudantil, sindical, partidário, campanha Diretas Já, eleição indireta e morte do Tancredo, vitória do Brizola no Rio, derrota do Brizola, eleição do Collor. E a música rolando. Foi difícil escolher apenas dez músicas, mas você pode aproveitar a deixa e completar com outras, cantando e dançando.

Não, não foi um tempo perdido. Eduardo e Mônica se entenderam e o dia nasceu feliz para a Bete Balanço. Mas muita gente se sentindo inútil, resolveu invadir nossa praia e acabar com o tédio. E eu, de óculos, no meio dessa confusão musical, assumi meu erro e tomei coragem de dizer que você não soube me amar. Lendo esse parágrafo, você consegue adivinhar a seleção de músicas que eu fiz?

Bom, com vocês, logo abaixo, Legião Urbana, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, Biquíni Cavadão, Paralamas do Sucesso e Blitz!

Para ouvir a lista no Spotify, clique no link abaixo:
https://play.spotify.com/user/ripemattos/playlist/1plEcpahaRAZWMIN4983CS




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Antônio Carlos Tom Jobim - Chega de Saudade

Tom Jobim morreu em 1994, mas sua música continua viva, forte e atual. Em 25 de janeiro deste ano, ele teria completado 90 anos e foram feitas várias referências a essa data. Eu também fiz a minha pequena homenagem, preparando uma lista de dez músicas desse artista que encantou o Brasil e o mundo com o seu talento.

Portanto, chega de saudade e vamos escutar as suas músicas, na voz dele, sozinho ou acompanhado de alguns de seus principais intérpretes de hoje e de ontem: Vinícius, Elis Regina, Miúcha e Gal Costa.

Nesta lista estão:

Samba do Avião
Garota de Ipanema
Eu sei que vou te amar
Águas de Março
Wave
Corcovado
Pela luz dos olhos teus
Chega de Saudade
Samba de uma nota só
Desafinado

Para ouvir a lista no Spotify, clique no link:
https://play.spotify.com/user/ripemattos/playlist/39m8QnLPvSaaiaLpunQtb7








domingo, 5 de fevereiro de 2017

Nordestinos Arretados

A música brasileira é maravilhosa, em suas diferentes formas. Mas a contribuição dos artistas nordestinos é incrível. Esta lista de dez músicas é uma homenagem a esses Nordestinos Arretados. Aqui tem Fagner, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Elba Ramalho, Amelinha, Betânia, Gal, Caetano e Gil.

Dez músicas e dez artistas:
Borbulhas de Amor
Eternas Ondas
Bate Coração
Morena Tropicana
Lua e Estrela
Foi Deus quem fez você
Você não entende nada
Táxi Lunar
Toda Menina Baiana
Fera Ferida

Para escutar a lista, clique no link:
https://play.spotify.com/user/ripemattos/playlist/56zkHAQ2kArunJicZowgi8




quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Música instrumental brasileira

Transformar poesias em músicas, requer a composição da melodia adequada. Da mesma forma, criar a poesia a partir da melodia é uma linda arte. Mas letra e música também podem andar separadas e serem curtidas assim mesmo.

Esta foi a inspiração desta lista, sentir a melodia da música, através da arte dos músicos. Antigos ou novos, apresento a vocês esses músicos maravilhosos, interpretando o que chamam de música instrumental.

Nossa lista de dez músicas é Instrumental Brasileiro Top10, com Hermeto Pascoal, Arthur Moreira Lima, Renato Borghetti, Caio Mesquita, Jacob do Bandolim, Radamés Gnattali, Raphael Rabello, Osmar Milito, Eduardo Lages e... Pixinguinha! 

Confira a lista: